Casamento na Coreia do sul

10567366_10202626807243846_1904217158_n

Na Coreia do Sul as pessoas dão grande importância ao casamento, pois não há muitas crianças por lá. Assim, há uma grande expectativa que aquelas pessoas que se casem também procriem. Os preparativos para um casamento começam normalmente após a festa de noivado. Na Coréia os noivos costumam pedir a mão das noivas em restaurantes e acabam festejando a decisão de se unirem no mesmo lugar. Em um noivado coreano as famílias trocam presentes e a data oficial do casamento é anunciada para ambas as famílias.

Na Coreia existem dois tipos de casamento, os casamentos tradicionais e os modernos (ou ocidentalizados), dependendo da família e dos noivos.

*Curiosidade: O governo sul-coreano extinguiu uma lei que proibia os homens de fazer falsas promessas de casamento em troca de sexo. A pena para esse tipo de crime era de dois anos de cadeia e uma multa de mais de R$ 8.000. A Justiça do país considerou que a lei não refletia os avanços modernos do país e contradizia o direito constitucional de igualdade entre homens e mulheres. Alguns homens, recentemente punidos pela lei, comemoraram a decisão e poderão ser compensados pelo governo. O principal grupo feminista da Coreia do Sul disse que a decisão veio em um bom momento.

 

As cerimônias dos casamentos modernos se parecem superficialmente com as cerimônias que vemos nas igrejas no Brasil, porém, as da Coreia têm suas particularidades. Um costume dos casamentos sul coreanos, é que antes de entrar no salão do casamento os convidados fazem uma fila em frente da mesa do caixa para entregar um envelope cheio de dinheiro. O caixa abre o envelope e registra o nome do convidado, e a quantia dada, num livro-caixa com capa de couro – normalmente na frente dos próprios convidados. Os convidados nunca dão presentes (como móveis ou eletrodomésticos), mas espera-se que deem uma quantia razoável de dinheiro, principalmente se o convidado tem uma posição hierárquica no trabalho superior a do noivo ou da noiva.

Umas das tradições do casamento coreano é o noivo permanecer amarrado em uma mesa na pista de dança enquanto os seus amigos mais íntimos batem em seu pé. Os amigos só podem parar depois que a noiva cantar para eles. Outro modo de fazer os amigos pararem de mexer com os pés do noivo é se a mãe da noiva, portanto sua sogra pagar eles. Esse rito simboliza o momento em que o noivo deixa os amigos para ficar com a mulher, por isso de certo modo é como se ele estivesse apanhando por abandoná-los.

Algumas curiosidades dos casamentos modernos:

  •  Dificilmente os casamentos são realizados em uma igreja, ainda que os noivos sejam cristãos.
  • A cerimônia geralmente não é dirigida por um padre, pastor ou monge, pois não tem um caráter religioso. Não é dirigida nem mesmo por um juiz ou autoridade do Estado. Quem “abençoa” o matrimônio é uma pessoa na qual o casal escolhe, este pode ser até o chefe de serviço do noivo.
  • O local é quase sempre um Wedding Hall (웨딩홀), ou salão de casamento, onde acontecem a cerimônia e o banquete – durante ou logo após a cerimônia.
  • Eles não têm a superstição do noivo não poder ver o vestido da noiva antes da hora. Ele inclusive a ajuda na escolha, dependendo do noivo.
  • Não há padrinhos ou madrinhas.
  • A maioria dos convidados é desconhecida do próprio casal, pois os pais dos noivos são quem decidem a lista final.
  • A cerimônia em si geralmente não dura mais do que 20 minutos.
  • A maioria dos convidados não presta muita atenção no que acontece, e ainda conversam o tempo todo.

Fotos de casamento moderno:


Fonte das fotos: http://lovesickdreams.blogspot.com.br/2010/03/casamentos-tradicionais-na-asia.htm 

Vídeos de casamentos coreanos modernos:

Video 1

Video 2

 

No noivado, a música, a comida e a bebida são coisas típicas da cultura coreana, mas não são pré-determinadas pela tradição. Depois do noivado e antes do casamento o noivo deve comprar para a mãe de sua companheira um ganso selvagem que pode estar vivo ou empalhado, Este presente simboliza que o noivo estará sempre com a filha dela, cuidando e amando, como companheiros eternamente.

Depois do noivado a mãe ainda precisa cultivar um vinho que será dado aos noivos no dia do casamento. Eles devem beber o vinho especial enquanto dizem seus votos um para o outro. Essa cerimônia é chamada de kunbere. Estas cerimônias são extremamente coloridas, a noiva usa um hanbok (o vestido tradicional coreano para eventos especiais, que é colorido) e o noivo veste uma roupa que consiste em uma chigori (um tipo de jaqueta), Paji (calças) e um turumahi (sobretudo).

Depois de casados, o homem e a mulher devem visitar a família dele e ela deve dar castanhas aos pais do seu marido. Eles a recebem com amor e como prova disso jogam em cima dela as castanhas. Essa cerimônia pós-casamento é chamada de p‘ye-Baek.

Fotos de casamento tradicional:


http://meirekimura.wordpress.com/2011/09/05/um-casamento-coreano/

Vídeos de casamentos coreanos tradicionais:

Video 1

Video 2

23 comentários sobre “Casamento na Coreia do sul

    1. Na verdade existe sim!! Muitos coreanos se preocupam com a opinião dos pais sobre seus parceiros, mas isso não é uma regra geral…
      Já li relatos de pessoas que terminaram seu relacionamento por causa dos pais, principalmente por parte das mães…Mas nem todos os coreanos são assim.

    1. Bom, é normal a diferença de idade até 4 anos, se você ler nosso post sobre superstições, os coreanos acreditam que se você é 4 anos mais novo ou 4 anos mais velho que seu/sua namorado/a vocês formaram um casal perfeito!!
      Se a diferença de idade é superior à 4 anos, nunca li nada a respeito, mas acho que vai da cabeça dos pais aceitar ou não o relacionamento, não existe nada cultural à respeito disso…. Mas já vi casais com até 10 anos de diferença se casarem e aparentemente não tiveram nenhum problema.

    1. No caso dos casamentos modernos, não há necessidade de oferecer presentes aos pais do noivo ou da noiva. Já no caso dos casamentos tradicionais, a noiva deve visitar os sogros e entregar a eles um punhado de castanhas, que são recebidas como símbolo do amor com que recebem a própria nora.

  1. Hey, na Coreia há aquela cultura que diz que eles só podem casar entre si? Eu conheço uma menina que se eu não me engano ela é de uma família chinesa, e diz que ela não pode se relacionar com nenhum menino que não seja chines também. Na Coreia tem disso?

    1. Oi, Grace!
      Tudo isso depende da pessoa, um(a) coreano(a) pode sim casar com um(a) estrangeiro(a), também não existe uma “data limite” para alguém se casar, mas normalmente os coreanos tendem a casar antes dos 30. E sim, lá existe separação, e o número de divórcios cresceu bastante de alguns anos pra cá.

  2. Otima materia, mas eu gostaria de saber se depois de uma cerimonia “moderna” poderia acontecer o p’ye-baek, na festa por exemplo… sem necessariamente a cerimonia de casamento ter sido tradicional??

  3. Olá, tenho uma dúvida talvez boba. Estava assistindo WGT e pude reparar que a Joy – que faz par com Sungjae -, usa a sua aliança na mão direita?! Existe algum motivo por trás disso, já que usamos na mão esquerda

    1. Oi Thaís,

      Na verdade, na Coreia não se tem o costume de usar aliança mesmo quando se está casado(a). O que é mais comuns, principalmente entre os jovens, é usar um “anel de compromisso” quando se está namorando, só para dizer que o casal está junto. Como no programa é para fingir que eles estão juntos, esse deve ser o motivo do anel.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s